Avançam as obras da creche do José de Alencar; Simone quer mais uma creche na região do Planalto

Acaba de ser concluída mais uma etapa da obra da creche do bairro José de Alencar, em João Monlevade. A edificação agora conta com toda a estrutura do telhado pronta para receber a cobertura. A obra segue seu ritmo normal, segundo a Secretaria Municipal de Obras, já tendo sido concluídas as partes de alvenaria, tubulação, reboco, castelo e a estrutura da cobertura.

A Prefeitura de João Monlevade está construindo a creche do bairro José de Alencar, através de convênio do PAC, para atender até 400 crianças, sendo que a demanda hoje atinge pouco mais do que isso.

Conforme a Secretaria Municipal de Educação, atualmente, a rede municipal dá cobertura a mais de 600 crianças de 0 a 3 anos.

Segundo dados do Censo Escolar, em 2019, o atendimento na rede pública cresceu 5% em relação a 2018, mas a demanda também cresceu proporcionalmente.

A prefeita Simone Carvalho Moreira lembrou que consta em seu plano de governo ampliar e construir mais creches para não deixar as crianças de fora, e, para tanto, já incluiu na agenda da Secretaria de Obras a construção de mais uma creche na região do bairro Planalto.

Fonte: PMJM

Cursos da Casa de Cultura de João Monlevade começam na próxima segunda-feira

A Prefeitura de João Monlevade, por meio da Fundação Casa de Cultura, dará início às oficinas 2019 na próxima segunda-feira, dia 18. As listas com a enturmação dos inscritos foi divulgada nessa quinta-feira, dia 14, na portaria da fundação e no site da Prefeitura: www.pmjm.gov.br. Mais de mil alunos se inscreveram para as aulas de bateria, piano, violão, canto, dança de salão e pintura em tela e em tecido. As aulas seguem até o mês de novembro.

Devido ao número recorde de interessados, os inscritos para as oficinas de bateria, piano e violão terão, inicialmente, aulas com meia hora de duração, a fim de que os instrutores possam fazer a seleção dos alunos conforme o número de vagas disponíveis para cada uma dessas oficinas. Para essa seleção são utilizados critérios como pontualidade, assiduidade, disciplina, interesse pelo conteúdo a ser trabalhado e aptidão. Os inscritos que não forem classificados integrarão uma lista de espera e, no caso de surgimento de vagas, devido à desistência ou faltas injustificadas dos alunos, serão chamados durante o ano.

Já os cursos de Técnica Vocal – Canto, Pintura em Tela e Pintura em Tecido também receberam grande número de inscrições, mas os instrutores conseguirão absorver a demanda, motivo pelo qual todos os inscritos foram classificados para frequentar as respectivas oficinas.

A Casa de Cultura esclarece que, devido ao grande número de inscritos e à lista de espera que será formada a partir da seleção que será realizada, não há previsão para a abertura de novas inscrições para esses cursos.

Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado amanhã, diz Inep

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 deve ser divulgado amanhã (18), às 11h, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O resultado individual estará disponível na internet, na Página do Participante.

Inicialmente, a divulgação estava prevista para o dia 19, mas, no início da semana, o Ministério da Educação anunciou a antecipação da data.

Para acessar o resultado, será necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações.

A edição de 2017 do Enem tem novidades. As provas foram aplicadas em dois domingos consecutivos, com a redação no primeiro dia.

No dia 5 de novembro, os candidatos fizeram as provas de linguagem, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. Em 12 de novembro, foram aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: Agência Brasil

Divulgação das notas do Enem será antecipada para 18 de janeiro, afirma Inep

O Ministério da Educação antecipou em um dia a divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A partir de 18 de janeiro os estudantes poderão consultar os resultados individuais na Página do Participante, na internet. A nova data foi divulgada hoje (12) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações. O acesso ao espelho de correção é uma forma de o participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova.

Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Fonte: EBC

Inscrições para o Transporte Universitário serão dias 15 a 17 de janeiro

As inscrições para o Programa Transporte Social Universitário estarão abertas de 15 a 17 de janeiro de 2018, na Secretaria Municipal de Educação, à Av. Getúlio Vargas, 4.798, 2º andar, Carneirinhos, de 7h30 às 10h30 e de 13h30 às 16h. Serão oferecidas 50 vagas destinadas à região do Vale do Aço (Timóteo, Coronel Fabriciano e Ipatinga) e 50 para Itabira para os cursos não oferecidos em João Monlevade.

O transporte é feito no período noturno, de segunda a sexta-feira, e é válido para todo o ano letivo de 2018. O resultado final será divulgado no dia 30 de janeiro, a partir das 16h, nas portarias do prédio da Secretaria de Educação e da prefeitura e no site www.pmjm.mg.gov.br, onde o edital está disponível.

Os estudantes selecionados deverão apresentar-se na Secretaria de Educação, nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, das 7h às 11h e das 13h às 16h e retirar a autorização para utilizar o transporte. Havendo desistências ou não comparecimento nas datas previstas serão convocados os candidatos aprovados, de acordo com a classificação em ordem crescente de renda per capita familiar.

Fonte: PMJM

Simone entrega certificados a mais 112 formandos da Escola de Informática de João Monlevade

A Escola de Informática e Cidadania da Prefeitura de João Monlevade, que já formou 3.315 alunos, entregou certificados para mais 112 formandos, contemplando pessoas de várias faixas etárias. A solenidade de formatura aconteceu na noite desta terça-feira, dia 19, na sede do Centro Comunitário do Cruzeiro Celeste.

Além de dezenas de populares e alunos, estiveram presentes: o Secretário de Educação, Teotino Damasceno Filho; a instrutora Patrícia Rodrigues; a coordenadora da Escola de Informática, Ângela Maria; o ex-prefeito Carlos Moreira; e a prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB).

Em seu pronunciamento, a Prefeita disse que, quando estava em campanha, se comprometeu em manter e ampliar a Escola de Informática e Cidadania, assinalando que assim o fez, e que está abrindo mais 300 vagas para o primeiro semestre de 2018. Dizendo estar muito satisfeita com a inclusão digital e social promovida pela Escola, Simone Moreira parabenizou a todos e, em nome dos formandos, homenageou duas pessoas que, aos 80 anos de idade, chegaram à conclusão do curso: os senhores José Emílio de Souza e Osvaldo Arcanjo da Silva.

Ao finalizar a sua fala, Simone disse que a comunidade pode continuar contando com o seu apoio, salientando que a Administração Municipal prosseguirá dando todo o suporte para que a Escola de Informática continue beneficiando as pessoas de todas as idades, principalmente aos menos favorecidos.

Fonte: PMJM

Mostra de Talentos da Casa de Cultura será nesta quarta-feira

A Mostra de Talentos 2017 da Fundação Casa de Cultura irá ocorrer nesta quarta-feira, dia 20, às 19h, no Centro Educacional de João Monlevade. Este ano, o evento tem como tema “Mulher – harmonia, poesia e beleza”. Todas as apresentações versarão sobre o universo feminino.

A Mostra celebra o encerramento das atividades da Fundação Casa de Cultura ao longo do ano. Haverá apresentações dos alunos de canto, bateria, piano, violão e dança de salão e exposições dos trabalhos dos cursos de pintura em tela, pintura em tecido e artesanato.

As inscrições para os cursos da Fundação Casa de Cultura, para 2018, serão de 24 a 31 de janeiro, na sede da fundação à Rua Timóteo, 172, no bairro Lucília.

Fonte: PMJM

Escola de Informática da Prefeitura forma mais 112 alunos e oferece mais 300 vagas em João Monlevade

No próximo dia 19, às 19h, no Centro Comunitário do bairro Cruzeiro Celeste, a prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB) estará entregando mais 112 certificados a alunos da Escola de Informática e Cidadania da Prefeitura de João Monlevade, que concluíram o curso no segundo semestre de 2017. De agosto a dezembro, os alunos tiveram aulas de Introdução ao Windows 7 e ao pacote básico do Microsoft Office 2007, que inclui Word, Excel e PowerPoint.

As turmas foram organizadas em Introdutório Jovem e Adulto, para as pessoas que nunca tiveram acesso ao uso do computador; Profissionalizante, para o aperfeiçoamento das pessoas que já têm acesso ao computador; Informática Básica para as crianças a partir de 8 anos; e Master, para as pessoas acima de 45 anos. Dessa turma Master, os concluintes desse segundo semestre, José Emílio de Souza e Osvaldo Arcanjo da Silva, têm 80 anos de idade.

A Escola de Informática e Cidadania foi implantada em 2007, como incentivo à educação e inclusão digital. A Escola funciona na sede do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), casa do Bem Viver, na Avenida Nova York, 428, Cruzeiro Celeste.

Ao todo, a Escola de Informática e Cidadania já formou 3.315 alunos. Mais 300 vagas serão oferecidas no 1º semestre de 2018. As inscrições poderão ser feitas nos dias 5 a 16 de fevereiro. As aulas terão início no dia 19 de fevereiro.

Fonte: PMJM

Mais de 85% já renovaram contratos do Fies; prazo termina quinta-feira

Termina na próxima quinta-feira (30) o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre deste ano. Até a manhã de hoje (28) , 1,09 milhão de alunos já haviam feito o aditamento, o que representa 85,1% do total de contratos previstos para este semestre.

Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), quem não renovar o contrato dentro do prazo ficará sem o financiamento para este semestre, mas poderá tentar novo aditamento no semestre que vem. O prazo para renovação do Fies já foi estendido duas vezes e, de acordo com o Ministério da Educação (MEC), não haverá mais prorrogação.

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

Para os aditamentos simplificados, a renovação é formalizada com a validação do estudante no sistema. No caso do aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro (Banco do Brasil ou Caixa) para finalizar a renovação.

Fonte: Agência Brasil

Abstenção no Encceja 2017 passa de 50%, informa Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou hoje (21) que, dos 1.575.561 inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) deste ano, 481.887 (40,3%) compareceram às provas no período matutino, e 534.447 (43,1%) no período vespertino.

De acordo com o Inep, a abstenção, superior a 50%, é similar às edições de 2010, 2013 e 2014, quando o exame certificou apenas o ensino fundamental. Segundo o instituto, essa alta taxa pode estar relacionada ao fato de o Encceja ser tradicionalmente um exame gratuito.

Brasília - Presidente do Inep, Maria Inês Fini, anuncia cronograma do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) (Wilson
Presidente do Inep, Maria Inês Fini quer alternativas para aumentar a presença de inscritosArquivo/Wilson Dias/Agência Brasil

“Pretendemos avaliar com o Ministério da Educação, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) alternativas para aumentar a presença dos inscritos, garantindo essa política pública de conclusão de etapas escolares para aqueles que não concluíram a escolaridade na idade certa”, afirmou Maria Inês Fini, presidente do Inep.

Os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para residentes no Brasil (Encceja Nacional) terão acesso aos gabaritos e aos Cadernos de Questões até 1º de dezembro. As provas foram aplicadas domingo (19).

Conforme o balanço do instituto, apenas 21 pessoas foram eliminadas, por descumprimento das regras do edital. Foram registradas somente sete ocorrências e nenhuma delas inviabilizou a aplicação das provas.

 

Excepcionalmente, foram aplicadas provas do Encceja Exterior para brasileiros residentes em Miami (EUA) e que não puderam fazer o Exame em 10 de setembro, mesma data em que foi aplicado em outras cidades dos Estados Unidos e em mais nove países. Por causa de acontecimentos climáticos ocorridos naquela data na Flórida, com a passagem do Furacão Irma, a prova precisou ser adiada para garantir a logística e a segurança dos participantes.

Nos dias 19 e 20 de dezembro o Inep aplicará o Encceja para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade no Brasil (Encceja Nacional PPL), concluindo as quatro aplicações deste ano.

Estão inscritas no Encceja Nacional PPL, 74.105 pessoas privadas de liberdade. Dessas,  44.148 buscam a certificação do ensino fundamental e 29.957 querem a certificação do ensino médio. As provas serão aplicadas em 1.329 unidades prisionais.

Para obter o certificado ou declaração de proficiência o participante deve conseguir, no mínimo, 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento, o que corresponde a 50% do total distribuído.

No caso de língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes e educação física no ensino fundamental e de linguagens e códigos e suas tecnologias no ensino médio, para certificação ou declaração de proficiência é preciso conseguir também a proficiência em redação, sendo necessário ter nota igual ou superior a cinco pontos, também equivalente a 50%.

Todos que conseguirem a certificação terão isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, novidade anunciada recentemente.

Desde 2009, o Encceja não certificava o ensino médio no Brasil, função que tinha sido transferida para o Enem. No início do ano, o Inep anunciou melhorias em algumas de suas avaliações. Entre as adequações estava o retorno da função de certificação para o Encceja, exame mais adequado a avaliar as competências dos participantes que não concluíram o ensino fundamental ou o ensino médio na idade esperada. A média de participantes que conseguiam a certificação pelo Enem era de 7%, exigindo mudanças.

Para fazer o Encceja é preciso ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do Exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental, ou, no mínimo, 18 anos completos para quem busca a certificação do ensino médio.

Fonte: Agência Brasil